top of page

Nhoque de Biomassa e Mandioquinha

Atualizado: 22 de ago. de 2022

Receita da Chef Martha Tatini (sem glúten, sem lactose, sem ovos).


A biomassa é rica em fibras e ajuda nos diversos problemas de digestão. Contém ainda 29% de amido resistente (AR), carboidrato que auxilia na proliferação das bactérias probióticas dentro do organismo. "O amido combinado com mandioquinha facilita ainda mais a digestão", explica Marta. O tomate, rico em minerais, principalmente em potássio, ajuda no controle da pressão arterial elevada e no tratamento da retenção de líquidos. Contém também manganês, importante na formação da estrutura óssea, ferro, magnésio e fósforo. As substâncias mais importantes dessa fruta são os pigmentos vermelhos conhecidos como licopeno, que, segundo estudos científicos, podem reduzir o risco de vários tipos de câncer, como o de próstata. A chef explica que o tomate em molho é ainda mais benéfico pois concentra melhor as propriedades. "A combinação do molho com a massa, além de deliciosa, faz com que o organismo assimile melhor os nutrientes da mistura devido as qualidades existentes nesse fruto."



Ingredientes:

500 ml de molho de tomate orgânico

200 gramas de biomassa de banana verde orgânica

300 gramas de mandioquinha orgânica

100 gramas de farinha de arroz integral orgânica

3 colheres (sopa) de azeite extra virgem

Sementes de girassol torradas (opcional)

Salsinha e cebolinha a gosto

Sal e masala a gosto


Modo de preparo do nhoque:

Faça ou adquira um molho de tomates orgânico de sua preferência, esquente em uma panela e reserve. Faça um purê com a mandioquinha e a biomassa e tempere a gosto. Coloque a farinha de arroz integral apenas para dar liga na massa. Em um refratário coloque molho na base, faça pequenas bolinhas da massa e arrume no refratário e cubra com molho. Coloque sementes de girassol torradas para enfeitar e leve ao forno.


Modo de preparo da biomassa: Coloque as bananas verdes inteiras e lavadas em uma panela de pressão com a água já fervendo. Cozinhe por de 10 a 15 minutos, até ficar cozida, mas firme. Retire com cuidado e, ainda quentes, separe a polpa (biomassa) da casca. Transfira a polpa da banana verde ainda quente em um processador. Caso precise, jogue água fervida. Bata até formar uma massa. Coloque em recipientes para congelar.

Rendimento: 4 porções


 

Martha Tatini é eco chef de Gastronomia Orgânica e professora e mestre em Educação Alimentar e Ambiental, especializada em gastronomia natural, ayurvédica e orgânica. Realiza buffets orgânicos, consultoria e entrega de refeições orgânicas gourmet.


contato: marthatatini@uol.com.br Telefone: (11)95385-5292 - www.taiobagastronomia.com

34 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page